ÚLTIMAS NOTÍCIAS / Prevenção

Evento marca o dia nacional de combate ao abuso e à exploração de crianças e adolescentes em Nova Aurora

Sexta-feira, 20 de maio de 2011

Visualizada 1503 vezes


Em alusão a data 18 de maio, dia nacional de combate ao abuso e a exploração sexual de crianças e adolescentes, o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), de Nova Aurora juntamente com o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, Conselho Tutelar com apoio da Administração municipal, realizou na noite da última quarta-feira, 18, o III fórum de debate sobre o tema.

 

O evento foi marcado pela presença de autoridades como o prefeito Pedro Leandro Neto, presidente da câmara, vereador José Xavier Neto, vice-prefeito Paulo Rodrigues Bessani, vereadores, Cláudio Xavier de Araújo e Zé Berta, representantes das igrejas evangélicas, Pastor Jaime Gomes, representantes de diversas entidades, da sociedade civil, e da comunidade.

 

Na abertura além da mesa de honra composta pelas autoridades, houve apresentação artística, com o grupo de pagode da Igreja Presbiteriana Renovada. Em seguida teve início os trabalhos com a palestra proferida pela Assistente Social, Neusa Eli Figueiredo Cerutti, graduada em Serviço Social pela Unioeste e especialista em violência doméstica pela USP, que discorreu sobre o tema.

 

De acordo com a Assistente Social, Cristieli Dierings, que atua junto ao CRAS em Nova Aurora, a realização do III fórum comprova a preocupação dos órgãos que atuam nas questões da Criança e do Adolescente no município, uma vez que essa também é a preocupação do Poder Público que sempre demonstrou interesse em defender os diretos da criança e do adolescente.

 

Segundo Dierings, a realização do fórum é uma forma de lembrar a triste data, 18 de maio, que através da Lei nº 9.970 de maio do ano de 2000, foi instituído como o dia nacional de combate ao abuso e à exploração sexual de crianças e adolescentes, que surgiu devido a um crime bárbaro registrado no dia 18 de maio de 1973 em Vitória-ES, conhecido como “Crime Aracelli”, uma vez que esse era o nome de uma menina de oito anos que foi raptada, drogada, violentada, morta e carbonizada por jovens de classe média alta. Apesar de ser um crime hediondo ele prescreveu impune, fato que até os dias atuais ainda causa revolta à sociedade.

 

A Assistente Social agradece a todos que estiveram envolvidos na organização do fórum, a todos que participaram e a palestrante que repassou um pouco de sua experiência sobre o assunto, e desta forma ela espera que cada um dos participantes tenha tirado o máximo de proveito durante a realização do III fórum, e a partir dele olhar com outros olhos os problemas que enfrentam as crianças e adolescentes no dia a dia.

 Galeria de Fotos

 Outras Notícias

HORÁRIO DE ATENDIMENTO: De Segunda a Sexta Feira das 08:00 às 11:30 - 13:00 às 17:30