ÚLTIMAS NOTÍCIAS / Meio Ambiente

Prefeitura de Nova Aurora busca licença ambiental para aterro sanitário e centro de triagem

Sexta-feira, 25 de julho de 2014

Visualizada 2737 vezes


Nesta semana o prefeito municipal de Nova Aurora José Aparecido de Paula e Souza “Pecinha” juntamente com o secretário de meio ambiente Abrahão Gentil da Silva e o diretor do departamento Reinaldo Olstan foram até o Instituto Ambiental do Paraná (IAP) em Toledo para conversarem sobre a licença ambiental de instalação do aterro sanitário e a licença ambiental simplificada (LAS) do centro de triagem.

 

Nesse encontro estiveram presentes a técnica do IAP Maria Lúcia e representante da empresa Ambiental Costa Oeste que realizaram o projeto do aterro sanitário e do centro de triagem.

 

Foi solicitada agilidade nas licenças ambientais, pois como serão obras de grande valor, necessitará de recursos federais para execução, mas antes de enviar projetos para conseguir verbas esse tipo de obra precisa ter a licença ambiental.

 

O licenciamento ambiental é uma obrigação legal à instalação de qualquer empreendimento ou atividade potencialmente poluidora ou degradadora do meio ambiente e possui como uma de suas mais expressivas características a participação social na tomada de decisão.

 

O município possui área própria localizada na estrada Água do Jeep, onde estas atividades serão desenvolvidas. O aterro atual (localizado na estrada Melissa) encontra-se com sua capacidade de recebimento de lixo úmido quase totalmente esgotado, em função disso e da legislação vigente o município estará construindo o novo aterro sanitário e juntamente o centro de triagem.

 

Segundo o diretor do departamento de meio ambiente Reinaldo Olstan, a técnica do IAP Maria Lúcia se comprometeu até final deste mês (julho) a fornecer a LAS para o centro de triagem, já a liberação ambiental do aterro sanitário encontra-se em análise no IAP em Curitiba e aguardamos uma resposta ainda no mês de agosto.

 

“É de grande interesse pra administração municipal as liberações das licenças tendo em vista o grande capital necessário para implantar o aterro, desta forma o município necessita de recursos federais para a execução da obra”, destacou o secretario Abrahão Gentil.

 

Para concluir o secretário de meio ambiente Abrahão Gentil disse que o barracão de triagem e compostagem será construído de acordo com exigências ambientais.

Fonte: Secretaria de Meio Ambiente

 Galeria de Fotos

 Outras Notícias

HORÁRIO DE ATENDIMENTO: De Segunda a Sexta Feira das 08:00 às 11:30 - 13:00 às 17:30